23.1.13

envelhecimento saudável



A passagem do tempo no corpo pode ser abrandada? O que nós devemos fazer para retardar o processo do envelhecimento?

A Medicina Antiage não pretente e não preconiza que as pessoas não irão envelhecer. Ao contrário, essa medicina promove a ideia do envelhecimento de forma diferente onde, através de um programa de manutenção preventiva, asseguras que as pessoas tenham maior chance de, ao longo desse processo de envelhecimento, envelhecer de forma mais saudável.

Ítalo Rachid, médico, nos fala sobre isso nessa entrevista.

Um fato incrível: 90% das doenças que acometem o ser humano ao longo do envelhecimento são completamente evitáveis. Essas doenças ocorrem pela simples falta de um programa de manutenção preventiva. Em 2007 foram gastos quase R$ 60 bilhões somente no Brasil com doenças atreladas ao processo do envelhecimento.

O Brasil está envelhecendo?

O Brasil não é mais um país de jovens. A base populacional do Brasil está envelhecendo, tendo o grupo de jovens brasileiro crescendo em um ritmo 25 vezes menor que o crescimento do grupo de pessoas idosas. No Brasil, ser idoso é ter mais de 65 anos.

Envelhecer é um fenômeno absolutamente natural, que faz parte da nossa evolução biológica. No entanto, as consequências desse processo aplicadas a uma escala de expansão da longevidade não pode ser considerada normal. Envelhecer é um fenômeno tão pessoal e tão individual quanto a nossa impressão digital.

O processo de envelhecimento guarda individualidades. A genética, por exemplo, só
interfere em 15% da longevidade humana. Atualmente, o grande fator que pode promover a longevidade são os estilos de vida e a manutenção preventiva. O impacto desses fatores é de 65% da nossa longevidade.

Se estamos expandindo a nossa quantidade de vida, precisamos nos preocupar também com a nossa qualidade de vida.

E os alimentos?
Não é apenas a qualidade de alimentos que interfere na disposição e funcionamento do seu corpo, mas sim a combinação desses alimentos.

Nós não estamos buscando a fonte da juventude eterna. Estamos procurando entender que esse processo de envelhecimento pode ser modificado na sua intensidade e velocidade.

O envelhecimento acontece a partir dos 20 anos de idade. Se pudermos comparar o processo de envelhecimento com uma conta bancária, que necessita de depósitos e saques veremos que até os 20 anos o indivíduo deposita mais do que saca. Entre os 20 e os 30 anos existe um equilíbrio, destacando a melhor época para o indivíduo, todo o potencial da sua idade. Dos 30 anos em diante, os saques em suas reservas de energia do corpo tende a ser maior que os depósitos. É semelhante a isso que acontece o processo de envelhecimento. Assim, nota-se que nossos hormônios não caem porque envelhecemos, mas sim envelhecemos porque nossos hormônios declinam.

Cuidados com a atividade física.
A atividade física sem um preparo metabólico correto e praticada em excesso produz radicais livres responsáveis pelo envelhecimento. Exercícios em excesso podem ser comparados a doenças, destacando-se o limite da fronteira entre a saúde e a doença.

Acesse:
http://www.longevidadesaudavel.com.br
http://www.sobraf.org.br