6.2.11

Como Selecionar as Melhores Provas?

Como Selecionar as Melhores Provas de Corrida do Extenso Calendário de Corrida?


Selecionar alguma coisa é sempre uma tarefa complicada. Desta forma se faz necessário estipular critérios em prol de facilitar tais escolhas e no caso da corrida não é diferente.

Como selecionar as corridas de rua?

Acima de tudo, penso que o treinador é que deveria realizar estas escolhas para seu atleta, pois o mesmo está capacitado para equilibrar desejo pessoal (do corredor – em realizar a prova A, B e C) e evitar o excesso das mesmas (evitando lesões e provas que não servem muito de parâmetro para a avaliação de desempenho, por exemplo).

Sendo assim, que atleta é este? Amador, elite-amador ou profissional? Para se ter um parâmetro um corredor profissional que se preze não faz mais do que 10 ou 12 provas por ano, sendo que ele estará no melhor do seu desempenho em 6 a 8 delas. Quantificando: o mesmo que fazer 3 ou 4 maratonas no ano; 6 a 8 meia-maratonas por ano; 10 a 12 corridas de 10 KM. Outras combinações são possíveis, estes são apenas exemplos.

O corredor que já sabe quais provas vai “encarar” pode passar para o segundo passo: Periodizar – planejar o treinamento com base nas datas das provas, ou seja, de acordo com o tempo. Assim o treino fica otimizado: o corredor pode chegar ao máximo da performance nas provas pré-agendadas.

Voltando ao quesito escolha de provas, o local das mesmas, o clima a ser encontrado na cidade da prova são fundamentais serem conhecidos antecipadamente para evitar surpresas desagradáveis e proporcionar uma preparação mais adequada e específica.

No que diz respeito aos objetivos de se realizar uma corrida de rua para um corredor, estão em jogo: realização pessoal, melhora de tempos, conhecer uma cidade nova/viajar e conhecer pessoas novas/socializar. Existem provas que atendem muito bem a todos estes objetivos ao mesmo tempo ao passo que outras atendem em parte. Um exemplo é a Corrida de São Silvestre, prova de maior “glamour” do cenário nacional, que permite fazer todas as idéias citadas.

Por outro lado a Maratona do Rio de Janeiro é uma excelente escolha para quem deseja melhorar seu tempo na Maratona (mas cada prova é prova!) ou até mesmo debutar na Maratona. Um exemplo de corrida que permite viajar e socializar é Maratona de Buenos Aires (não é uma viagem cara e que em final de semana te permite conhecer o “básico” da cidade e ainda competir!).

Em síntese, caro corredor, ajude seu treinador a fazer sua escolha de provas através das considerações abordadas neste artigo; ele saberá planejar o treinamento e atender aos seus desejos pessoais.

Vamos Correr!!!