6.1.11

Música para manter o ritmo


Correr ao som de uma boa música pode elevar a motivação e melhorar o rendimento na corrida
Por Fernanda Silva

A música dá um tom especial em muitos momentos de nossas vidas e na corrida não poderia ser diferente. Esse verdadeiro estimulante motiva, ajuda a manter um bom ritmo e treinar em um clima muito mais agradável. Fazer um playlist com as músicas que você mais gosta te dará energia, deixará sua corrida mais divertida e contribuirá para manter a motivação nos treinamentos, deixando o corpo mais relaxado, liberando a tensão e dando melhores resultados.

Prova disso é o estudo realizado pelo pesquisador Dr. Costas Karageorghis, na Universidade Brunel, em Londres. Ele revela que a música ajuda sim os corredores a irem mais longe. Segundo a pesquisa, que será publicada no Journal of Sport & Exercise Psychology, a música pode ajudar significativamente os atletas em sua resistência física e a fazer o exercício de maneira mais agradável.

Trinta participantes correram em uma esteira enquanto ouviam rock e música pop, como Queen, Red Hot Chilli Peppers e Madonna, mantendo a intensidade da corrida no ritmo das batidas. Então, o psicólogo do esporte, Dr. Costas Karageorghis, descobriu que a música selecionada cuidadosamente pode aumentar a resistência em 15%, melhorando o treino, dando um prazer e um bem-estar maior. E mostrou que os resultados continuam positivos mesmo que o exercício tenha maior intensidade e desgaste físico.


Opinião de quem corre

Os corredores também aprovam esta artimanha. “A música sempre foi o meu combustível, não só para a corrida, mas para todos os momentos da vida. Cada momento precisa do seu ritmo certo para ser perfeito. Na hora de correr ela me dá energia extra. Quando começa uma batida bem legal na corrida, me sinto como se tivesse tomado um energético. É mágico! Adoro correr ouvindo música eletrônica, desde o electrohouse até o trance e alguma coisa de Rock. O meu segredinho é guardar aquelas músicas mais empolgantes para os trechos mais difíceis da corrida, elas fazem com que as minhas subidas fiquem mais fáceis e muito mais agradáveis...” conta Fabrizzia Mainier Said, advogada de 30 anos, que nos enviou as músicas que não podem faltar em seus treinos (veja abaixo).

“A música me dá o gás, me estimula, aumenta meu prazer durante a corrida. Também me acalma no alongamento e no cooldown (minutos antes da largada). Pode ser aquele empurrãozinho quando a força está me faltando ou uma ajudinha para passar o tempo em um treino leve”, revela o médico de 34 anos, Marcelo Xavier, que tem uma música certa para cada momento do treino (confira em sua playlist abaixo).

Escolher boas músicas pode fazer toda a diferença no seu treino. As batidas podem ajudar a ganhar velocidade ou manter o ritmo, depende do estilo. Mas há também os corredores que não associam o tipo da musica com a intensidade do treinamento, como a estudante Fernanda Araújo Coutinho Campos, 26 anos, que tem um gênero específico. “Na verdade eu não tenho um playlist. Corro ouvindo uma rádio de Belo Horizonte que toca MBP, que eu adoro. Aí ouço de tudo. Mas acelero um pouco mais quando ouço algumas músicas da Vanessa da Matta ou do Cazuza, eu adoro MPB”, revela.


Perigosos fones de ouvido

Apesar da maioria dos corredores admitirem gostar de treinar ouvindo música, há cuidados que devem ser tomados para fazer seus treinamentos e corridas com segurança. Ouvir música, principalmente com fones de ouvido – que é o jeito que a maior parte dos atletas ouve – podem causar pequenos até graves acidentes.

A distração pode fazer você não ouvir algum sinal de alerta, como buzinas ou até avisos de pessoas ao seu redor, ou você pode até não prestar atenção em alguma coisa que cai em seu caminho, como pedras ou galhos, sobretudo para aqueles que treinam em parques ou lugares arborizados.