22.1.11

Alimentação adequada evita dores pós-treino

Veja algumas dicas de alimentos que possuem nutrientes que ajudam na recuperação muscular e evitam o cansaço excessivo


Parece conversa de “NATUREBA”, mas não é. Quem treina pesado (ou está iniciando um plano de treinamento) por vezes sofre demais com fadiga muscular pós-treino. E a solução está nos alimentos! Isso porque alguns nutrientes possuem propriedades capazes de evitar cansaço excessivo, inflamação e dores após os treinos mais puxados.

Muitas vezes os esportistas e atletas consideram que a dor que surge após 24 horas de exercício intenso é decorrente do acúmulo de ácido láctico. No entanto, essa substância é eliminada do organismo em uma média de 2 horas (mas obviamente isso é muito variado). Essa dor tardia está relacionada com um quadro inflamatório ou microtraumas musculares, decorrentes da sobrecarga muscular — que é essencial para o crescimento do músculo! — e de reações químicas, que surgem da ação dos radicais livres, decorrentes do estresse oxidativo causado pelo esforço.

Por isso, alimentos que combatem os radicais livres ajudarão bastante, e devem ser incluídos nas refeições e nos intervalos. Frutas, legumes e verduras — fontes de vitaminas e minerais — têm efeito antiinflamatório, antioxidante e vitalizante. Alimentos funcionais como aveia e quinua também devem estar presentes por serem excelentes fontes de carboidratos e carregarem muitos nutrientes.

Peixes, linhaça, azeite de oliva extravirgem, nozes e castanhas são fontes importantes de gorduras que atuam como protetores da membrana celular, já que conseguem repor sua estrutura por fazer parte da sua formação. Os tendões também ficam mais protegidos, além de serem uma fonte de energia muito saudável e de serem excelentes fontes de vitamina E, um potente antioxidante da dieta!


E claro, uma dieta equilibrada em proteínas e carboidratos vai ajudar na regeneração das células musculares e mantém metabolismo funcionamento adequadamente. Descanso adequado para uma melhor recuperação dos treinos também é fundamental.

Caso o cansaço excessivo e as dores musculares persistam, vale procurar um nutricionista e médico para verificar se há alguma deficiência de nutrientes (avaliando exames de sangue, por exemplo) e verificar possibilidade de uma possível suplementação vitamínica-mineral.

Consulte sempre seu Nutricionista Esportivo. Boa dieta e bons treinos!

Por Priscila Di Ciero
*Nutricionista paulistana formada em 2001, Priscila Di Ciero é especialista em nutrição esportiva, com cursos de extensão em nutrição funcional, estética e suplementação. É membro do Departamento de Medicina e Nutrição da Sociedade Vegetariana Brasileira. Atualmente, presta consultoria a restaurantes, escolas e empresas, além de atender em consultório e, quando necessário, nas residências dos clientes.

Acesse o site: www.prisciladiciero.com.br