28.10.09

10 coisas para não esquecer de fazer (antes de uma corrida)

10 coisas para não esquecer de fazer (antes de uma corrida)


POR TOMAZ LOURENÇO

1) Na semana da prova, o melhor a fazer é privilegiar o "descanso ativo", ou seja, realizar trotes, sem forçar, e na véspera colocar a leitura em dia ou assistir tudo que tiver (e o que não tiver) de bom na TV. Devidamente sentado ou, melhor ainda, quase deitado.

2) Vai buscar o kit? Veja o que exatamente a organização pede para que se leve de documentos e comprovação. Checou o local e o horário dessa entrega?

3) Depois de pegar o kit procure sempre fazer a checagem do chip, para ver se seu nome está certo, sua faixa etária e até mesmo o sexo. Caso contrário, só vai lhe restar lamentar se seu resultado sair todo errado.

4) Você já ouviu falar de não inventar nada na véspera nem no dia, em termos de alimentação, certo? Pois isso é certo mesmo! Nada de ficar tentado a experimentar uma refeição que um amigo falou ser infalível para correr mais rápido ou para ganhar resistência. Não há milagre de última hora!

5) Também já cansou de ler/ouvir para não experimentar roupa/tênis/meia novos numa prova, especialmente as mais longas. É igualmente verdade, mas nem tanto como no item anterior, porque esses acessórios estão cada vez vindo mais "amaciados". Pode ser mais importante dar uma olhada nas unhas dos pés, para ver se nenhuma tem chance de incomodar durante a corrida.

6) Se possível, saia de casa no dia já com tudo em cima (número preso na camiseta, chip no tênis etc) e com boa antecedência. Não tem coisa pior do que chegar em cima da hora numa prova, sem tempo de ir ao banheiro, de deixar a roupa no guarda-volume etc.

7) Vai correr uma prova mais longa do que está acostumado e/ou está um dia frio? Então tem que passar vaselina nas áreas de atrito (entre as coxas, na parte genital, nos mamilos). Boa opção é correr com uma camiseta fina e regata por baixo, que protege os mamilos e também do frio.

8) Esta recomendação ainda encontra alguma rejeição, mas vamos relembrá-la: não é necessário alongar naqueles momentos que antecedem a largada. Segundo pesquisas a respeito, esse alongamento prévio não previne lesões e muito menos ajuda a correr melhor.

9) Também outro ponto que vem sendo destacado pela revista. Se hidratar é muito bom logicamente, mas não precisa ficar tomando um porre de água ou outras bebidas quaisquer antes da largada. Não é necessário exagerar, mesmo porque hoje praticamente todas as provas oferecem excelente abastecimento no percurso (em alguns casos até demais), mas nem todas disponibilizam muitos banheiros pelo trajeto...

10) Tudo pronto para largar? Quase! Porque é fundamental amarrar bem o tênis, para não ser obrigado a parar no caminho, especialmente em dias chuvosos, provas longas ou quando se transpira muito (ou joga-se água no corpo, escorrendo para os pés). A solução é simples: dê o laço que costuma fazer, mas depois pegue os cadarços e faça um nó cego em cima. É infalível!